A Minha Rádio Podcast: Cowboy Cantor

segunda-feira, julho 25, 2005

O Dia do Tiago

Hoje faz anos o Tiago Goulart, companheiro no Como Um Força.
O Cowboy Cantor associa-se à festa.

domingo, julho 24, 2005

A História Repete-se

Durante 19 anos, incluindo 7 na universidade, fui estudante (pelo menos estava inscrito nas aulas), e sou professor há dois. E todos os anos, todas as vezes que me pediam um trabalho, deixava sempre para a última hora. Todos os anos a conversa de sempre: "Para a próxima começo mais cedo, para não ter de fazer tudo sob pressão".
Cá estou eu a três de entrar em férias oficialmente a fazer o meu "Documento de Reflexão Crítica da Actividade Docente", pois devido ao Artigo 42 do Estatuto da Carreira Docente, todos os professores contratados deverão fazer um relatório auto-crítico a respeito do seu desempenho.
Gostaria muito mais de fazer um relatório hetero-crítico a respeito do sistema de educação português, e a respeito do estatuto da carreira docente.
O grande problema destes documentos de reflexão é que por mais voltas que se dê, por mais que se faça ao longo do ano, por melhor que se saiba escrever, por tudo e por nada, se o relatório for entregue no prazo, o professor contratado receberá a mercida (?) nota de "Satisfaz".
Eu não acredito que sou um professor "Satisfaz", até porque se tivermos a escala que se usa para avaliar um teste do 2º ou 3º ciclo, "Satisfaz" corresponde àquele teste que tem uma cotação entre 50% a 75%. Não sou convencido, mas o que eu sofri com certas casmurrices, e maus comportamentos de certos alunos não merece a banal nota "Satisfaz". A amizade mútua entre os meus alunos e eu não merece um "Satisfaz". As coisas bonitas que consegui fazer com os meus alunos não foram satisfatórias, foram muito mais do que isto.
O mais interessante, e soube disto na semana passada, se um professor contratado quiser ser avaliado em mais do que "Satisfaz", ou seja, se quiser que o seu relatório seja realmente lido, deverá fazer um requerimento por escrito. Era muito para eles, lerem o que eu escrevo.

segunda-feira, julho 11, 2005

O Feitiço Contra O Feiticeiro

O meu dia-a-dia passa necessariamente pelo contacto com crianças, e sendo um professor, tenho sempre a preocupação de ensinar às crianças com quem convivo regras de boa educação. Às vezes sou surpreendido, pela positiva, por alguns comportamentos que certos alunos têm, o que mostra que trazem uma educação saudável de casa.
Também acontece encontrar crianças que, para além de serem bem-educadas, são tão espertas que até conseguiriam enganar o Diabo.
Uma vez num ensaio do coro da Maia, estava o filho de uma dos elementos, o Henrique, de 4 anos.
Andava pela igreja com um pacote de bolachas na mão, nas suas brincadeiras de 4 anos. Ao fim de quase duas horas de ensaio, não resisti, e chamei-o:
- Henrique, deixas-me comer uma bolacha?
Vi nos lábios dele um sorriso matreiro, e os olhos até mudaram de cor:
- Desculpa, não percebi?
Ao ouvir isto, com a expressão que o Henrique estava a fazer, eu é que percebi o que ele queria. Então reformulei o pedido:
- Henrique, deixas-me comer uma bolacha, se faz favor?
-Ah, já percebi. Tira.

domingo, julho 10, 2005

Festa de Anos no Cowboy Cantor

Hoje faz anos a Juliana Ávila, da Tuna Universitária Corsários dos Açores.
Passemos pelo Cowboy Cantor para lhe dar um beijo.

sexta-feira, julho 08, 2005

quarta-feira, julho 06, 2005

Festa de Anos no Cowboy Cantor

Vamos todos desejar um feliz aniversário à Vera.
O Cowboy Cantor dá uma ajuda.

domingo, julho 03, 2005

Conflitos No Cérebro

Para ler o mais rápido possível:

Sguedno um etsduo da Uinvesriadde de Cmabgirde, a oderm das lertas nas pavralas não tem ipmortnacia qsuae nnhuema. O que ipmrtoa é que a prmiiera e a utlima lreta etsajem no lcoal cetro. De rseto, pdoe ler tduo sem gardnes dfiilcuddaes... Itso é prouqe o crebéro lê as pavralas cmoo um tdoo e nao lreta por lerta.

nota: recebido por correio electrónico.