A Minha Rádio Podcast: Cowboy Cantor

terça-feira, dezembro 05, 2006

Lamentável

Desculpa Danialice. Desculpa por lamentavelmente não me ter lembrado, nem assinalado o teu 2º aniversário (2 de Dezembro). Desculpem todos os outros habituais leitores que ainda insistem em passar por cá.
Desculpa, principalmente, Manuel Estrada (um grande amigo, são 190 e tal centímetros de amizade), por não ter feito nada para assinalar este segundo aniversário. Concordo plenamente que esta data seja tão comemorada como o segundo aniversário da minha Marta (não és tu, ó Cinderela Maria, é a minha sobrinha). É que de facto aos dois anos a Marta já vai conseguir soprar as velas do seu bolo.
Eis as razões: tenho andado a tratar mal este espaço, e ou Cowboy Cantor. Mas, das 8:30 às 16:00 sou professor de gente domesticada, e gente salvagem, que é capaz de mandar um professor apanhar sombra debaixo do carvalho, e ainda chamar para a discussão a mãe de alguma professora. Às 16:15 (já com 15 minutos da atraso) começo a treinar os meus fantásticos atletas do Clube Desportivo Escolar da Maia (C.D.E.M.), os quais, por puro prazer e sem promessas de dinheiro quando forem mais velhos, todas as Segundas e Quintas aplicam-se nos treinos, para nos fins-de-semana irem ao Nordeste, a Ponta Delgada, à Ribeira Grande, seja onde for, buscar medalhas e taças. Às Terças e Quartas e Sextas é a minha vez de ser treinado: badminton.
Depois ainda é preciso arranjar tempo para preparar as aulas normais (para turmas que querem aprender), as anormais (não me posso esquecer do “Livro de San Michele” para o caso de algum aluno me mandar para o carvalho), preparar os testes (mas quem me manda a mim ter que seguir as indicações de avaliação dadas pelos superiores Secretário e Ministra), corrigir os trabalhos-de-casa (que tão surpreendentemente, por se chamarem trabalhos-de-casa, faz-se em casa), corrigir os testes, ficar a par das novidades musicais, e mais importante de tudo, é sempre um quebra-cabeças arranjar um tempo para um telefonema ou outro, para que a Vitória se lembre do refrão do grande êxito do Stevie Wonder.
Não espero que me desculpem, quem está interessado nas minhas publicações do Danialice e do Cowboy Cantor, mas pelo menos confessei-me.

3 comentários:

Sérgio disse...

Penitencia-te com dois "posts" nas próximas semanas e a gente perdoa-te...

Mariana disse...

congrats :))

Anónimo disse...

Meu caro
Saudações deste lado do Atlântico. E uma rectificação, irrelevante de resto. São somente 187 centímetros medidos em craveira civilizada( do registo civil), o que não retira nada à grande amizade que nos une desde sempre( e o sempre é sempre muito). Ainda bem que nessa azáfama, que te serviu de desculpa para passares ao lado de uma grande data, ainda tens tempo para recordar o Axel Munthe, meu colega( que desplante) que foi o primeiro João Semana da era da pré globalização. Mas conta lá uma coisa. O que te deu agora para andares sempre ao volante ? Vocações tardias??
Um forte abraço e felicidades para os miúdos do CDEM, esses sim, são quem te transforma num verdadeiro Campeão.
Manel Estrada