A Minha Rádio Podcast: Cowboy Cantor

quarta-feira, janeiro 17, 2007

Sou Um Banana

Sou um banana Sou, claro que sou. Sim Sra. Ministra, eu sou um banana. Sr. Secrtário, não tenha dúvidas, eu sou um banana.
Sou um banana porque me deixo envolver demasiado na vida e preocupações dos meus alunos, com o intuito de os querer ajudar, e quando me chateio com eles, ainda me arrisco a ouvir respostas destas, que passo a citar:
- O professor? O professor é um banana.
Fico banana quando um aluno em plena aula comenta:
- Como é, professor? Eu porto-me bem, e sou obrigado a fazer os trabalhos-de-casa, vir às aulas todas e fazer os testes. O M. que se porta mal e não sabe ler, pode faltar às aulas, só tem as disciplinas que quer, e os professores têm de o passar de ano. O professor sabe? Eu vou começar a portar-me mal, para ir para uma turma de oportunidades e passar de ano sempre.
Fico banana, porque não sei explicar aos meus alunos um fenómeno que eu próprio não consigo compreender.

3 comentários:

Francisco Costa disse...

O governo transformou o ensino numa plantação de bananas. Os alunos agora tem a oportunidade de fazer nenhum e passar o ano, e o professor que por alguma razão chumbar um aluno sujeita-se a uma inspecção... Não sou professor, mas conheço que seja e tenha que sofrer essas coisas. Se os meninos não querem estar na escola, metam-nos em casa, os pais que os eduquem, bolas, os pais deles são piores ainda...
A escola deve ensinar, a educação já eles deviam ter alguma de casa...

brettinha do campo disse...

ola rodrigo!
desconhecia esta nova lei !!!
até acho muito estranho....
tenho um filho no primeiro ano e nao fui informada de nada disso... tambem tenho uma sobrinha que tem deslexia e chumbou o segundo ano, por ser melhor para ela isto a conselho da professora.... portanto estou parva com esta nova teoria .... espero que a isto ser realmente verdade estes alunos milagres sejam postos num turma á parte para nao perturbar os outros que realmente querem progredir....
estou realmente parva...porque nunca ouvi tal desparate!

Rodrigo de Sá disse...

Pois a verdade é que para além das beneces que o próprio regime de avaliação dá aos alunos com mais dificuldades e mais disciplinas, ainda há a liberdade que as escolas têm de negogiar com o aluno o que ele pode ou não fazer dentro da escola. Acho que tais leis só existem a nível regional. O que reforça a ideia do Francisco Costa: estou metido numa plantação de bananas.