A Minha Rádio Podcast: Cowboy Cantor

quarta-feira, março 19, 2008

Pai, feliz dia...

do Pai.

6 comentários:

LIA disse...

Rodrigo,

Eu sei que o dia é do pai, mas hoje os meus parabéns vão para ti.
Tenho uma filha assim preocupada, sempre atenta ao que os pais gostam e sempre a trazer surpresas que estimulam a alma e que nos fazem ver que não errámos na educação que lhe demos. Hoje, a prenda para o pai foi semelhante à tua...estão ambos num conserto no Teatro Circo.
BEijinho

LIA disse...

Rodrigo,

Eu vou explicar a do "conserto" porque tem mesmo explicação. Há um miúdo, com enormes dificudades de ortografia e de estruturação linguística que vem cá a casa, três vezes por semana para eu o ajudar a melhor o seu português.
Acontece que, se eu naõ fosse ser tão amiga dos pais ,não teria paciência para tanto erro. Ontem, eram tantos e tão graves que eu o obriguei ao velho método, escrever dez vezes cada palavra errada . Duas delas foram "concerto" e "concelho", depois de lhe ter explicado a diferença semântica desses vocábulos, em relação a "conselho" e "conserto".
E não é que eu vou escrever "conserto" onde deveria ter escrito "concerto".
E olha que sou professora de português e tu filho de um excelente professor e escritor!
Que vergonha!Desculpa.
Olha se a ministra sabe...

Rodrigo de Sá disse...

Lia, o concerto ficou consertado. Ainda bem que reparou a tempo. Também me acontecem coisas destas.
Quando um filho é feliz, não pode ter havido erros na educação dada pelos pais.

Rodrigo de Sá disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel de Sá disse...

Rodrigo, não me admiro de me teres posto estas duas celestiais criaturas (descontando todos os intérpretes da "FILARMóNICA") juntas. Como diz a Lia, sabes todos os meus segredos bons. E esta abertura é um deles. Quem dizia que o Wagner era barulhento nunca a ouviu, com certeza.
Muito obrigado. Como sempre, acertaste em cheio.

MaesDoc disse...

Rodrigo, meu amigo
Deixo aqui também as minhas palavras de apreço , pelo apreço( e amor) que tens pelo teu pai.
Agradeço-te também a possibilidade de poder ouvir, entre as 15 obras do Wagner que o brindaste, aquela que nunca me faz cansar os ouvidos. O Passeio das Valquirias. Aliás todas elas muito bem dirigidas e com muito bons consertos( arranjos).
Abraços
Manel