A Minha Rádio Podcast: Cowboy Cantor

segunda-feira, maio 19, 2008

Cowboy Cantor 28ª Emissão: Música divertida

Transferência directa desta emissão aqui.
Audição desta e das duas emissões anteriores no final do texto.

Tenho notado alguns erros de leitura do podcast através de leitores em flash. Já consegui resolver a questão. Lentamente irei recuperar emissões anteriores para que possam ser lidas em leitores flash, evitando que tenham de transferir o mp3 de cada emissão, caso seja mais prático só ouvir a emissão aqui no blog.
A 28ª emissão é um pouco eclética, mas muito divertida.
Finalmente consegui ter um artista português que me autorizasse a usar alguma da sua música no podcast.
Não se esqueçam do passatempo Cowboy Cantor, que vos oferece um jantar para duas pessoas no restaurante Rotas, em Ponta Delgada, e ainda discos com a melhor música que passa no Cowboy Cantor.
Chamo também a vossa atenção para o 5º aniversário da publicação açoriana SounD (/) Zone
No novo formato do Cowboy Cantor, já não há sinal de abertura, nem o sinal final. Em vez disso, as emissões irão terminar com um tema que tenha no título, ou na letra, a palavra cowboy.

Notas do programa:
i – To The Devil
http://www.thebandi.com/
http://www.myspace.com/thebanditheband
http://www.slingslang.com/store1a/SSR1440.htm

The Two Man Gentlemen Band – Prime Numbers
The Two Man Gentlemen Band – William Howard Taft
http://seriousbusinessrecords.com/releases/show/31-Heavy-Petting
http://seriousbusinessrecords.com/

La Muñeca Y Los Muertos – Chica
http://www.lamunecarocks.com/
http://www.muzic.com/song/543


a.m.o.r. - ABECEDÁRIO


David Ippolito – A Different Cowboys Lament
http://www.thatguitarman.com/













Assinatura do Cowboy Cantor no iTunes aqui
Assinatura do Cowboy Cantor noutros leitores aqui
Assinatura do Cowboy Cantor pelo correio electrónico aqui

domingo, maio 18, 2008

As leis da física



Adicionar ao Meu Perfil | Mais Vídeos

O baseball, o meu desporto favorito, é um desafio à concentração de cada jogador. Neste caso, o desafio entra no campo das leis da física e do inacreditável. Bom, inacreditável pelo menos até vermos as imagens.

domingo, maio 11, 2008

A Última Sinfonia

Um jogador com as características atléticas, desportistas e humanas do Rui Costa não merece outro sentimento que não a admiração.
Não tenho inveja de o Rui Costa nunca ter jogado no Sporting, porque inveja é um sentimento feio. Não tenho pena de o Rui Costa nunca ter jogado no Sporting, porque seria egoísmo da minha parte querer que tivesse jogado no Sporting, em vez de outro clube qualquer.
Tenho orgulho de ter acompanhado a carreira do melhor médio-centro do futebol português desde que nasci. Mais orgulho tenho em dizer que já o vi jogar ao vivo. Foi num Portugal-Chipre, do apuramento para o Mundial 2002. Portugal ganhou por 6-0, dois golos a cada: Pauleta, Pedro Barbosa e João Pinto (na altura já jogador do Sporting). O jogo foi no estádio Alvalade. Que mais queria eu ter pedido. A bancada superior sul, maioritariamente preenchida por sócios do Sporting, não hesitou em aplaudir de pé a primeira vez que Rui Costa se aproximou da linha lateral para bater um pontapé de canto.
A primeira imagem que tenho do Rui Costa, foi o desempate por remates da marca de grande penalidade na final do mundial Sub21 de 91, no Estádio da Luz. Jogo contra o Brasil. O remate decisivo foi do Rui Costa. Na altura, tal como muitos portugueses, saltei de alegria.
Hoje, com um olho no prato e outro a tentar olhar 180º para trás, coisa que requer uma grande perícia, que só o Rui Costa poderia tentar fazer, lá fui jantando e acompanhando o Sporting-Boavista. De repente, uma agitação no som que saía do rádio. Não era golo, não era cartão vermelho, não era grande penalidade...
Tal como muitos portugueses, fiquei bloqueado em pé, enquanto seguia as imagens que eram transmitidas a partir do Estádio da Luz. Tal como muitos portugueses, emocionei-me. Senti um arrepio a percorrer todo o meu corpo. Era a última sinfonia do Maestro.

terça-feira, maio 06, 2008

Passatempo Cowboy Cantor

Transferência directa desta emissão aqui.

Passatempo Cowboy Cantor: O grande destaque da emissão vai para o lançamento do passatempo do Cowboy Cantor em associação com o restaurante Rotas, a F.D.M. Records e o duo inglês Nizlopi. Ouçam a emissão e fiquem atentos, pois poderão ganhar discos com a melhor música licenciada pela Creative Commons e ainda um jantar para duas pessoas no restaurante Rotas. Ouçam no Cowboy Cantor 30 segundos de cada uma das faixas que fazem parte do novo álbum dos Nizlopi, e votem na faixa que gostariam de ouvir na totalidade numa das emissões do podcast. Enviem uma mensagem para cowboycantor@sapo.pt com a vossa escolha.

Esta é a segunda parte da entrevista com Bryan Vaughn, o dono da Paper Garden Records. Entre outras coisas, fala-se de música estranha e do concurso para D.J.’s que a Paper Garden Records está a promover.
Nesta emissão ouve-se boa música, ouve-se esta música:

Photograph - Eagle Seagull: http://www.myspace.com/eagleseagull

Not Your Saviour - Peasent: http://www.myspace.com/peasant

History - Darla Farmer: http://www.myspace.com/darlafarmer

Paper Garden Records: http://www.papergardenrecords.com/