A Minha Rádio Podcast: Cowboy Cantor

segunda-feira, outubro 10, 2005

E Agora História dos Cartazes

Sem querer entrar em cumplicidades ideológicas com um, ou outro partido, conto a próxima história que tem vindo à minha memória nestes dias de grande agitação política. Aliás, até já soube de alguns episódios recentes, com dias, que poderiam se assemelhar a este que vou contar, com a diferença que as personagens mais recentes tiveram um acto de puro vandalismo e atitude antidemocrática.

Há uns anos, na Maia por alturas de umas eleições, não sei bem se legislativas nacionais, se regionais, um simpatizante do Partido Comunista, por brincadeira, achou que deveria colar um cartaz do seu partido mesmo junto a um do Partido Social Democrata. Nada de anormal, se não fosse o facto de este cartaz estar colado na parede da casa daquela que é sem dúvida alguma a adepta mais ferrenha do P.S.D.
Claro que a situação passou-se durante a noite, e ainda teve direito a que fosse gritado em voz alta, por parte de quem colou o cartaz do P.C., o nome de uma pessoa que na altura estava em casa:
- Foge Roberto, que ela já percebeu que és tu!
Para além da revolta da senhora de ter colado junto ao seu “Jesus” um “Demónio” (designações dadas pela própria), o caso agravava-se por o dito Roberto ser seu parente.
Depois de muito praguejar contra tudo o que fosse vermelho, um irmão seu entra em casa, ao que é ordenado:
- Vai lá fora, e arranca aquele papel.
O homem dirigiu-se à porta, olhou para a parede, e depois de pensar uns segundos, fixando os dois cartazes, grita:
- Qual deles?
Grita indignada lá de dentro a senhora:
- Oh homem, é o mais feio.
Uns segundos depois o homem voltou para dentro todo satisfeito com o cartaz do P.S.D.

2 comentários:

Fresco e Fofo disse...

Hilariante, mesmo para quem não liga a politiquices... ;)
Um abraço e PARABÉNS! Já falta um pouco menos para poderes dizer "Eu é que sou o Presidente da Junta"! (ora aí está outro com quem não "vou à bola" - bem, é melhor não falar de bola - afinal talvez seja mesmo melhor dedicar-me às "politiquices"...)

Rodrigo de Sá disse...

Fresco e Fofo, já tinha saudades disto :)