A Minha Rádio Podcast: Cowboy Cantor

quarta-feira, dezembro 22, 2004

Noite de Surpresas

Ontem houve uma festa surpresa no Sentado em Pé do meu aniversário. Tão surpresa que nem sabia que fazia anos ontem. Foi bom chegar uma hora atrasado, mas mesmo assim ser recebido com sorrisos, abraços e beijos por parte de quem já lá estava. Amigos, bons amigos. Foi bom revê-los. Alguns mais do que amigos, bons camaradas. Copo, puxa copo. Um pouco de queijo, mais um pouco de vinho. O bife. Uma conversa para esquerda, outra para a direita. Ainda outra para o lado oposto da mesa, e lá se fez o jantar que era suposto ser de Natal, mas que de repente se tornou em jantar de aniversário. E pronto, lá se começou a dizer que eu fazia anos, e fizeram-me mesmo um jantar de aniversário. O meu nome foi anunciado, e toda a gente ficou a saber que estávamos ali para comemorar o meu aniversário. Uma canção para aqui, outra para ali, e lá começou o karaoke. De repente: "Vamos celebrar o aniversário do Rodrigo. Rodrigo vem cá acima por favor, para cantares esta canção muito bonita. Não é bonita, mas pronto. Vem cantar". Ora, se não é bonita, porque é que o homem disse que era? E mais, se não era bonita, porque é que eu teria de cantá-la?
Acima de tudo sou um homem fiel aos meus princípios musicais. Até acho piada cantar num karaoke. Mas por opção. Nunca obrigado. E ainda por cima uma canção que não é bonita. Santa paciência. O "Mestre de Culinária"? Só se eu estivesse doido. Mesmo doido. Nem com copos a mais. Só mesmo se eu tivesse enlouquecido. É claro que nem disse uma palavra. Andei com microfone de um lado para outro para que outras pessoas cantassem. Fiquei chateado? Um pouco. Mas não. Nunca. Nem pensar. No máximo cantaria Backstreet Boys, ou Bee Gees, ou até mesmo Iris. Mas Quim Barreiros? Fogo, tenham dó da minha saúde mental.
É verdade, como era o jantar para comemorar o meu aniversário, não paguei.

1 comentário:

Anónimo disse...

Ó Rodrigo! Parabéns fictícios.......!
Desculpa lá esqueci-me que não fazias anos. Paciência, perdoa a minha pessoa.
Quanto ao Quim Barreiros, apoio-te a 100%. Mas isso é praxe por nos teres deixado tão prematuramente. Ainda mal davas os teus passinhos na TUCA e decidiste sair! Para fazer a tua vida, é certo, mas privaste-nos da tua companhia. Agora tens que ir pagando aos poucos essa maldade que nos fizeste.
Que bom que está este licor de tangerina que me deram pelo Natal...........
Bjks e FELIZ NATAL!

Ju